sexta-feira, 27 de maio de 2011

Devaneio....



"...em sociedades onde o maior número está privado daquilo que todo um sistema o incita a gozar, a violência torna-se a lei dos indivíduos como dos grupos..."  
excerto de  "Apelo aos Vivos" - Roger Garaudy

 

Todos temos ideias claras do que queremos ver mudado e melhorado no nosso país.

Do desafio que lancei no post anterior, surgiram propostas de mudança dos amigos que me visitam e partilham a mesma sensibilidade humanista.

Não esperava eu outra coisa, pois já os conheço o suficiente através dos seus blogues, e por isso lancei o repto.

A ideia foi fazerem um pequeno exercício individual de cidadania, esboçando propostas, para aquele que seria "o seu programa eleitoral".

Como se cada um de nós, sabendo o que pretende para as nossas vidas e dos nossos filhos, "pudesse" entregar nas mãos dos cidadãos, que se propõem representar o Povo, as linhas orientadoras de um futuro governo.

Ou seja, era o processo ao contrário:

- em vez de se constituírem Partidos que elaboram os seus programas, que como todos sabemos, são folhetos de marketing, e que não têm intenção de os porem em prática  (uma vez que instalados, são assediados por toda a cáfila de interesses e lobbies), era o Povo que devidamente esclarecido e politizado, se organizava pela base, em associações cujos ideais fossem similares.


Nesta sociedade ideal, seria reactivado o cooperativismo, onde todos nós seríamos parte activa e criativa e não apenas "consumista" da "ementa" que os senhores do Poder nos apresentam!

................................................................................................................................................................

Adivinho-lhes nos rostos o esboço de um sorriso....ingénua, pensarão...


Talvez este não seja ainda o tempo....mas ele chegará!





14 comentários:

voz a 0 db disse...

eheh... a Fenix está como Eu... teve o azar de viver nesta época em que a Civilização fede de tão podre que está!

Mas também digo-lhe que, por outro lado, ainda bem que foi agora, pois o futuro não será nada de bom...

Fenix disse...

Voz

Imagine se eu além de viver nesta época ainda tinha o azar acrescido de "pôr a hipótese" de existir a reencarnação...?!!

Era duplo o azar, pois temeria sempre pelo futuro da Humanidade, pois nunca saberia Quando e Onde, regressaria...

Abraço

voz a 0 db disse...

Pode crer... imagine que encarnava num daqueles animais que a Fenix está a tentar ajudar, pois assinou a petição (obrigado)... imagine ainda que apesar de ter encarnado num símio tinha consciência de quem tinha sido e tinha a consciência do que lhe estavam a fazer?

Felizmente que não acredito em nada destas teorias/fantasias... Para mim... morri=passei a fazer parte de outros seres vivos pois tornei-me mero alimento!

Fernando Lopes disse...

Fenix,

Não me atrevo a elaborar um programa eleitoral. Apenas algumas coisas que gostaria de ver mudadas.

1. Criação de círculos uninominais (ou similar) de molde a que os votantes conheçam e responsabilizem os eleitos.

2. Criação de grupos de trabalho ou comités (a nível de rua, bairro ou freguesia) para debater e resolver problemas comuns na utilização do espaço público e outros e as suas implicações na vida dos cidadãos. (parece que na Holanda isto acontece com alguma frequência. (magister Rentes dixit).

3. Potenciar solidariedades e minimizar ideologias. O que é que isto que dizer? Ajudar-mo-nos e ao nosso semelhante numa prática de solidariedade de proximidade e não na lógica "lava consciências" de banco alimentar ou outros.

4. Elucidar as pessoas sobre as implicações do consumo, i.e. consumirmos na mediadas das nossas necessidades, e sem abdicar do nosso bem-estar. Mas abandonar o "consumo, logo existo".

E por aí fora ....

Ficam items por adicionar, quem vier atrás que os altere, ou complete como muito bem entender, no espírito de assembleia popular deste blogue.

Abraço,
Fernando

Fenix disse...

Fernando

Obrigada por mais um contributo, nesta "assembleia popular"! ;)

As tecnologias devem estar ao serviço das pessoas em todos os campos, e os debates de ideias construtivos fortalecem a cidadania e promovem as mudanças!

Abraço
Ana

disse...

Também tenho essa convicção. O tempo da mudança há-de chegar. O Povo cansa-se - ainda que muito lentamente - de que o apelidem de estúpido e ignorante. Por isso um dia levantar-se-á e fará valer os seus direitos contra os despóticos, ladrões e oportunistas.
Beijinhos
Caldeira

Fenix disse...



E como se pode verificar o cansaço é generalizado.

É só olhar para a nossa velha Europa...que lentamente começa a ficar "infectada" com o vírus da indignação!

Beijos
Ana

José Gonçalves Cravinho disse...

Fenix diz que o Povo elucidado e organizado é que devia exercer a Política.Mas então quem elucida e organiza o Povo?!Pois se o Povo desde há séculos é um rebanho conduzido pelos Pastores da Igreja
que se dizem Vigários de Cristo e sempre téem colaborado com a Burguesia opressora do Povo,será que o Povo de motu próprio sabe organizar-se e escolher a Política exacta que o liberte da opressão?!
Mas não esquecer que é de entre o Povo que a Burguesia vai recrutar os seus cães de guarda para a proteger e para espancar o Povo que a Burguesia quer manter submisso e dependente.E afinal é a Burguesia que detém o Poder económico,o qua,por sua vez,detém
o Poder político.E o dinheiro corrompe as consciências.

Fenix disse...

Caro José

"...será que o Povo de motu próprio sabe organizar-se e escolher a Política exacta que o liberte da opressão?!"

Infelizmente, quando o povo "acorda" normalmente já é tarde e depois em vez de "organização" temos "revolução"! Daí a minha proposta, pois eu não acredito nos iluminados e guias que se julgam os detentores do discernimento e sabedoria para governar.

Catarina disse...

Feliz Natal, Fénix.
Tudo de bom para si.
Abraço

José Freitas disse...

Este blog é muito interessante.
Também tem interesse o blog www.anicolonial21.blogspot.com

maria mestre disse...

Era realmente bom que esse tempo chegasse, afinal não devemos ser apenas peões neste país.

Fenix disse...

Olá Maria!

Este blogue está em hibernação, como deve ter notado. :)
Existe uma frase célebre: "Quem sabe faz a hora, não espera acontecer." O futuro está nas mãos de todos nós, e em termos de cidadania temos que alertar os jovens de hoje, que o ser-se cidadão, não é apenas reivindicar o que, supostamente, outros farão pelo colectivo.

Obrigada pela visita.
Ana Almeida

maria mestre disse...

Só agora reparei na data do post e no "abandono" do blog, olhei para o post e pareceu-me tão atual...